AÇÕES DO CRIME ORGANIZADO, MOSTRAM A IMPORTÂNCIA DA VIGILÂNCIA ARMADA NAS UNIDADES PRISIONAIS.

Em menos de uma semana AEVPs (Policiais Penais) que fazem a segurança externa do CPP de Campinas, neste período de pandemia, conseguiram apreender quase 5 quilos de drogas, entre maconha e cocaína, 33 celulares, 78 chips de celular e diversos outros materiais ilícitos. Ações como esta demonstram a eficácia do serviço de vigilância e segurança externa, necessários em todas as unidades prisionais do Estado, não somente nas específicas de regime fechado, como também nos Centros de Progressão e Centros de Ressocialização, pois para fazer frente a quaisquer atividades ilícitas que atentem contra a segurança e o bom funcionamento destas unidades, é preciso ter o profissional especializado, treinado e armado para repelir os atos mais graves, como por exemplo na rebelião ocorrida dia 16 de março no CR de Sumaré onde 4 detentos conseguiram se evadir e um agente teve ferimentos causados pelos presos, tal ação poderia ter sido repelida ou evitada de imediato se no local estivessem policiais penais incumbidos de agir na contenção do intento de fugas e na proteção dos demais funcionários.

Apreensão feita dia 21 de julho:

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2020/07/21/agentes-penitenciarios-apreendem-drogas-e-eletronicos-na-area-externa-de-cpp-em-campinas.ghtml

d1

Apreensão feita dia 27 de julho

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2020/07/27/agentes-do-cpp-de-campinas-apreendem-drogas-celulares-e-outros-materiais-ilicitos-em-bueiro-na-area-externa-do-presidio.ghtml

WhatsApp Image 2020-07-28 at 07.22.54

 

 

Com o advento da Polícia Penal já instituída na Constituição Federal em seu Artigo 144 da seguinte forma:

VI – polícias penais federal, estaduais e distrital. 

  • 5º-A. Às polícias penais, vinculadas ao órgão administrador do sistema penal da unidade federativa a que pertencem, cabe a segurança dos estabelecimentos penais.

Ou seja, já é função primordial do policiais penais, exercer a segurança das unidades prisionais, não especificando que tipo ou regime de estabelecimento prisional, e a segurança externa de qualquer um destes estabelecimentos deve e tem que ser realizada por profissionais armados, única forma de revidar atos hostis e criminosos, intimidar e conter intentos de fuga ou evasão, e o primordial: preservar a vida e integridade física dos próprios agentes e demais servidores das unidades prisionais.

 

Por isso o SINDESPE levante a bandeira da POLÍCIA PENAL JÁ no Estado de São Paulo.

ja

WhatsApp Image 2020-07-28 at 07.22.54 (1)

A unidade da cidade Sumaré, ja foi algo varias situações que colocaram a vida  dos funcionários em risco.

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2020/03/16/unidade-prisional-de-sumare-e-alvo-de-rebeliao.ghtml

https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/policia/NOT,1,1,1255045,Quatro+presos+fogem+de+cadeia+em+Sumare.aspx